PerfilSeguir ©

Domingo, 7 de Janeiro de 2018

Querida Avó,

Parece que todas questões cruciais da vida se tornaram mais árduas de responder quando partiste. Toda a confiança e paz que me transmitias, perderam-se. Não sei bem para onde me virar ou se alguma vez conseguirei atribuir o teu papel de "porto de refúgio" a alguém. A cada dia visualizo a tua mão pegando a minha no Hospital. Sabias como ia ser difícil para mim e querias partilhar uns últimos momentos de ternura comigo. Deixa-me extremamente triste não puder partilhar contigo tantas novas decisões, porque não deixas de ser a pessoa a quem eu primeiro queria contar. Até já, avó. 

Da tua neta, 

Sara 

publicado por Tyla às 23:42
link | comentar | favorito